Siguenos en la red:

FacebookFacebook TwitterTwitter Geosilex en LinkedIn

Selección de idioma: Español . Français . Português . English

anterior siguiente

Eficiência energética dos edifícios e captação do CO2

 

O Parlamento Europeu aprova em maio de 2010 a última modificação da EPBD

 

No dia 18 de maio de 2010 o Parlamento Europeu aprovou a modificação da Diretiva de Eficiência Energética dos Edifícios (EPDB recast). É estabelecida assim uma nova moldura legislativa para os Estados Membros no âmbito da eficiência energética dos edificios, com ênfase especial para atuações no conjunto de edifícios existentes. São destacados os seguintes parágrafos:

1. Os Estados Membros devem estabelecer requisitos mínimos para a melhora energética dos edificios existentes.

2. É eliminado o mínimo de 1.000 m2 de superfície para aplicar os requisitos mínimos quando se reabilitam edifícios. Desta maneira, os requisitos mínimos serão obrigatórios para todos os trabalhos de reabilitação, independentemente da superfície.

3. Os Certificados de Eficiência Energética deverão ser expostos publicamente em todos os edificios, incluídos os comerciais e públicos, com superfície superior a 500m2.

4. Os governos devem impulsar a aplicação das melhoras associadas à certificação energética dos edifícios existentes do setor público de forma que estes edifícios sejam exemplares.

5. A implementação de sistemas mais estritos de controle para garantir o cumprimento destas obrigações.

6. É estabelecido, para os proprietários de edifícios, o requisito de informar os potenciais compradores das melhoras obtidas com a reabilitação energética e o nível de certificação energética.

Materiales para arquitectura activa frente al CO2

Mapa do site · Política de Privacidade · · Contato