Siguenos en la red:

FacebookFacebook TwitterTwitter Geosilex en LinkedIn

Selección de idioma: Español . Français . Português . English

anterior siguiente

O Aquecimento Global

Os GEE (Gases Efeito Estufa)

 

Os GEI (Gases Efeito Estufa), a exceção dos CFC, são gases naturais que absorvem radiações infravermelhas e que já existiam na atmosfera antes do aparecimento do homem. A partir da Revolução Industrial e principalmente como conseqüência do uso de combustíveis fósseis, se produziram sensíveis incrementos nas quantidades de óxidos de nitrogênio e dióxido de carbono emitidas para a atmosfera, o que acrescentado ao desmatamento, tem limitado a capacidade regeneradora da atmosfera para eliminar o dióxido de carbono, principal responsável pelo efeito estufa.

A atmosfera, devido ao fato de ser muito transparente à luz visível embora muito menos à radiação infravermelha, produz sobre a superfície terrestre o mesmo efeito que o teto de vidro produz numa estufa; a luz solar, que chega sem grandes obstáculos ao chão, o esquenta, dando lugar à emissão de raios infravermelhos (ondas caloríficas), os quais, ao contrário dos raios de luz, são absorvidos em parte pelo vidro ou pela atmosfera e refletidos de novo à superfície da terra.

Estes gases, ao receberem as radiações infravermelhas, se movem e emitem energia em forma de raios invisíveis e infravermelhos, aumentando a temperatura terrestre.

 

Sua quantidade tem aumentado devido à maior evaporação dos mares provocada pelo incremento da temperatura. O principal gás responsável pelo efeito estufa é o CO2, o qual contribui com um 60% em suas emissões. O transporte e as atividades industriais elevaram a concentração do CO2 de 280 ppm (concentração no princípio do S.XX) a 380 ppm (na
atualidade).
Procede principalmente de atividades agrícolas e outras atividades
humanas.
Pode se tornar ácido nítrico no ar, provocando “chuvas ácidas” e danos graves na natureza e nos edifícios.
Também podem reagir com compostos orgânicos voláteis e produzir o denominado ozônio terrestre ou troposférico, nocivo para a saúde.
O ozônio troposférico (terrestre) é um perigoso agente tóxico, destrói vegetais, irrita vias respiratórias e se transforma em gás de efeito estufa, sendo diferente do ozônio situado na estratosfera, que cria uma camada protetora dos raios UVA. Destrutores da capa de ozônio estratosférico que protege a terra dos raios UVA, os quais são prejudiciais à saúde e causadores do câncer de pele.

Materiales para arquitectura activa frente al CO2

Mapa do site · Política de Privacidade · · Contato